O amor está nas pistas

509

Correr sozinho já é bom, mas correr acompanhado do amor da sua vida é realmente maravilhosa. Sim, hoje o amor está no ar…. E a Runner’s World presta sua homenagem a todos os namorados, especialmente aos casais de corredores contando um pouco da história dos cariocas Guilherme Leporace, 25 anos e Danielle Germano, 24 anos.

Antes de começar a namorar com Danielle, Guilherme já praticava corrida, mas ainda não era o seu esporte preferido, já que por frequentar muito as praias cariocas, era fã e campeão brasileiro de skimboard. Já Danielle, teve a ideia de se inscrever em uma corrida feminina, além de se dar de presente um kit para começar a correr. O resultado disso? Para conseguir participar da corrida de 6 km, ela começou a treinar acompanhada de Guilherme que fazia papel de “staff”, ajudando com dicas de respiração e no suporte de água ou isotônico durante o treinamento. “Claro que caminhei muito mais do que corri, mas a minha estreia no asfalto foi inesquecível e fez com que eu ficasse apaixonada pela corrida! Meus pais e o meu amor estavam na chegada e isso eu jamais vou esquecer”, disse Danielle.

Juntos, eles participaram de provas de até 5km e menos de um ano, com planilha de treinos elaboradas por uma assessoria, decidiram correr as primeiros 21km juntos. “A rotina de treinamento ajudou o nosso relacionamento a ficar mais maduro, além de proporcionar à nós uma rotina mais saudável. Ficar com o Guilherme passou a ser tão gostoso quanto um pós-treino com água de coco na beira da Lagoa Rodrigo de Freitas!”, comentou a corredora que com o Guilherme completou duas meias-maratonas, uma em Buenos Aires e duas no Rio de Janeiro e nos planos futuros, completar um Ironman juntos, já que Guilherme começou a se aventurar também no triatlo.

Mas existe um segredo para puxar de vez o parceiro para as pistas? Para Danielle, o ingrediente principal é ter paciência para que ambos aprendam e superem as dificuldades juntos da mesma forma que irão lidar com os benefícios proporcionados à saúde juntos como mais disposição para o dia-a-dia, sensação de bem-estar, melhoria no solo, na perda de quilinhos extras e muitos outros. Caso você tenha vontade de puxar o seu (ou sua) parceiro para o asfalto, lembre-se apresentar os motivos pelos quais começou a correr e os por quês não vive sem esse esporte. Além disso, mostre o quão importante é tê-lo ao seu lado para conhecer novos lugares, de compartilhar novos sentimentos e dividir a sensação de superação e prazer que a corrida proporciona, fortalecendo a saúde e o amor de vocês dois.

Se quiser acompanhar a jornada desse casal, acesse o site Zerovinteum e se inspire!

COMPARTILHAR